Assinatura RSS

O mundo ali dentro

Olhos são como prisões sem celas.
Parecem fácil de se escapar mas a liberdade está tão distante quanto o fim de um gigantesco abismo

Talvez não tenha passado por isso ainda, mas você sabe quando se apaixona por alguém apenas por olhar em seus olhos. Não tem como escapar, inevitável. Começa a conversar, começa a discutir e talvez até a namorar. Maravilhoso encanto de uma paixão… amor.

Amor a primeira vista? Talvez sim, não precisei conhecê-la para saber que era alguém diferente dos outros. Admirava sua notável de agitação, como seu sorriso aparecia em seus frágeis lábios, na sua voz que ecoava pelos ouvidos e também pelo seu jeito delicado em se aproximar das pessoas.

“Oi”. Joelhos sem força perante o olhar caramelado de uma mulher. O chão não existia mais sobre meus pés, o encanto… “Oi”.

Bastou para prender-me, talvez para sempre, numa emoção indescritível e muito semelhante a um verdadeiro “Eu te amo”.

Contudo, todo abismo tem seu fim, e quem sabe nos resta uma chance de chegarmos a liberdade? Ou talvez eu prefira cair eternamente perdido nos brilhos de teus olhares castanhos. E sem fim.

Já reparou no jeito dos olhos de alguém? Se quiser se apaixonar, comece. Meu detalismo agiu primeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: