Assinatura RSS

Ser ou não ser?

Eis a questão!


(eu sei que a frase não é desse romance G_G)

Se eu tivesse a chance de nascer de novo, começar tudo do zero, apagar tudo que sei para encontrar aquilo que não imagino que exista. Escrever novas histórias, fazer novas companhias, controlar meus atos, dizer tudo à todos que merecem ouvir, vomitar na cara do sistema, destruir propriedades, acabar com a desigualdade, matar um por um aqueles que são desprezíveis e prejudiciais ao mundo, o que fazem aqui?

Ser diferente. Não ser idiota, o bonzinho, garoto correto, inteligente, disposto, romântico; com suas hipérboles de felicidade e tristeza oscilando em senóide, onde os vales são infinitamente gigantescos comparados às cristas. Escolher o podre. Defeituoso por completo, sem valor, drogado, PORÉM, consciente. Consciência para aprender, desfrutar e gozar de cada prazer inescrupuloso e horrível que a natureza e a ciência nos proporcionam. Não dar valor, ser indiferente, mal-criado, curtir um funk, estar com várias ao mesmo tempo, não respeitar, até ser palmeirense (heiuahea), para que assim não esqueçam. Para que sofram ao lembrar do meu nome, para que fique na alma gravado em sangue os momentos felizes e tristes com as pessoas com quem convivi, para que eu tenha um valor grande e repulsivo diante de quem realmente merece, por serem tolos. Mas eu não enxergaria que merecem, e assim, acabaria, como se para mim nunca tivessem existido.

Esse é um tipo de personalidade comum e desejada.
Personalidade que jamais terei, e fico feliz por isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: