Assinatura RSS

E bem, e o resto?

A porta branca e alta abria levemente enquanto ele já entrava na sala, passou ao lado do seu sofá bege de tecido velho, contornou a mesa de jantar francesa até atirar seus sapatos a um canto criado pelo braço do sofá e uma coluna de gesso. Aproximou-se da estante de madeira mogno observando a coleção gigantesca de discos dentro de suas respectivas capas de plástico.

Tantas cores, tantos nomes! Ele esticou o braço e tirou cuidadosamente o único cd de capa branca daquela prateleira, abriu a capa, deslizou os dedos por cima da estampa para sentir sua textura áspera e rugosa, pressionou o centro do encaixe fazendo com que o disco pulasse e se encaixasse em seu dedo. Ligou o rádio e, apressado, colocou o cd dentro do compartimento, fechando-o aos poucos como se apreciasse o momento… Um, dois, três, quatro cliques até que o display chegasse à última faixa.

Deitou-se no sofá e abriu o jornal: Um crânio com asas estampado.

As time passes by, regrets for the rest of my life.
The ones who I confide were gone in the black of the night.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: