Assinatura RSS

Amanhã, Apaixone-se.

Porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida.
É no dia seguinte que sabemos se o dia de ontem valeu a pena.
É no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho.

Por isto dance, dance como se ninguém estivesse vendo você,
Trabalhe como se não precisasse de dinheiro,
Corra como se não houvesse a chegada,
Ame como se nunca tivesse sido magoado antes,
Acredite como se não houvesse frustração,
Grite como se ninguém estivesse ouvindo,
Beije como se fosse eterno,
Sorria como se não existissem lágrimas,
Abrace como se fossem todos amigos,
Durma como se não houvesse amanhã,
Crie como se não existisse crítica,
Vá como se não precisasse voltar,
Acorde como se você nunca mais fosse dormir de novo,
Faça a próxima viagem como se fosse a última,
Vista-se como se não conhecesse espelhos,
Proponha como se não existissem as recusas,
Brinque como se não tivesse crescido,
Levante como se não tivesse caído,
Case como se não houvesse outra,
Mergulhe como se não houvesse medo,
Ouça como se não existisse o certo ou errado,
Fale como se não existisse o certo ou errado,
Aprecie como se fosse eterno,
Viva como se não houvesse fim.

Prefira ser invés de ter,
Sentir invés de fingir,
Andar invés de parar,
Ver invés de esconder,
Abrir invés de fechar.

Apaixonar-se é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere, regue e cuide. Terá um jardim. Mas esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas. Se desistir, não terá um jardim. Terá um descampado.

A paixão não se vê, não se guarda, não se prende, não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica.

A paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso.
Entre a dúvida e a certeza.
Entre aqueles que gostam do que fazem e aqueles que fazem o que gostam.
Apaixonados não esperam, agem.

A vida da gente começa no dia seguinte e só existe uma maneira de viver: Apaixonado.

(via Via6)

Esta não é uma carta de vitória, tão pouco uma de derrota.
Apenas registro aqui algo que é a pura verdade: Viver todos os dias como se fosse o último de sua vida, aproveitando cada momento e cada atitude das pessoas que te amam. Sem medo de olhar pra frente, não olhando mais para trás, esquecendo todos os males que acontecera; distribuindo a todos, aquela das melhores sensações das quais o ser humano pode sentir: Alegria de viver.

Sem medo de errar. E se errar, saber perdoar. O perdão que permite a aceitação, se abrir para os caminhos existentes e acolher o que sabe que lhe fará bem.

O perdão que não impeça-o de falar.
Que não impeça-o de gritar.
Que não impeça-o de gostar.
Que não impeça-o de tentar mais uma vez.

Admito que canso, e que também devem se cansar muitas vezes da persistência imposta pela vida e pelo meio. Contudo, diga-me: O que seria da vida se tudo fosse obtido de bom grado logo da primeira vez?
A vida seria rápida demais.

Encontre minha ideologia, preciso de uma pra viver.

Assim mesmo, eu juro solenemente que não farei nada de bom.
Esta não é uma carta de vitória, tão pouco uma de derrota.

No more Mr. Nice Guy.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: