Assinatura RSS

Só um lápis… e ainda é pouco.

Publicado em


Sempre que bate a vontade de escrever e por algum motivo não conseguimos expressar o pensamento, as ideias ficam flutuando, vagando, perdidas por entre a nuvem de devaneios da mente incomodada que, cada vez mais a aflita, busca como se livrar desse vazio. Muito parecido com a sensação de esquecer alguma palavra que estava na ponta da língua.

Aquela coceirinha ansiosa que só passa depois de trocar algumas palavras com a boa folha de caderno, talvez sentado num banco de praça, ou deitado na rede da varanda vendo a poeira serpentear pelo chão junto com o calor do brisa tardia de um sol que se extingue ao horizonte. Um momento… só um momento basta para moldar a inspiração.

Costumo programar postagens, escrevo-as num dia só daqui um mês, por exemplo; Foi o caso dos Morangos, o texto que era para ser publicado em 16 de Julho, foi escrito no dia 10. Ao longo da semana acontecia uma ajeitadinha ali e outra aqui… Interessante foi o post ter resolvido se postar sozinho no dia 14.

No mais, revirando a pasta de rascunhos do blog achei um punhado de textos incompletos, uns devaneios absurdos, postagens com só uma palavra e muitas outras postagens que qualquer um poderia ler… Assim como outras que nunca alguém verá. Nesse beco de textos perdidos, encontrei o Metalinguística, uma postagem falando sobre o próprio blog, seu intuito, e algumas motivações para sua existência; jurava ter postado em meados de Abril, mas, por sinal, acabei ficando pra trás de novo.

Não dá pra confiar na máquina, é bem capaz que um dia volte para o papel amassado, junto com um lápis mal apontado e um alguns anseios para eternizar por lá. Tudo vem ao seu tempo: Os Morangos vieram cedo de mais, e a Metalinguística que tardou demais.

Hoje as minhas 150 postagens estão aí, guardadas no eterno e ao interesse de quem se dispor a ler e descobrir um pouco mais sobre as babaquisses apresentadas aqui e sobre o babaca-mór que vos escreve. Não sei quem é você, Leitor, mas obrigado. Obrigado por estar lendo. Obrigado por compartilhar o que você entende por aqui. E, principalmente, o que você não entende.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: