Assinatura RSS

Cartas para Capitu

Peço-lhe que não leia este livro; ou, se o houver lido até aqui, abandone o resto. Basta fechá-lo; melhor será queimá-lo, para lhe não dar tentação e abri-lo outra vez. Se, apesar do aviso, quiser ir até o fim;

A culpa é sua!

Por favor, leitor, não me interprete mal. Apesar da entitulação incomum citando o nome de uma grande mulher, as cartas não se referem diretamente, e nem indiretamente, a uma pessoa física; talvez idealizada, mas nada poderá sanar essa sua dúvida. Gosto eu de imaginar que o receptor dessas cartas fosse Capitu, mas não a ordinária da Praia da Glória. E, sim, essa sim, a formosa garota dissimulada da rua de Mata-cavalos!

Adianto que hão de haver várias cartas (quem sabe dezenas!) prontas a serem lidas por ninguém; ou por Capitu, é verdade. Infelizmente, as cartas podem não significar nada. Podem não fazer diferença. Podem até mesmo trazer-me novos prazeres, ou simplesmente ocuparem meu tempo.

Mas é assim que começo, leitor! É assim que você talvez conseguirá entender o que as cartas tem poder de fazer. E logo vos deixo claro: Mesmo se for capaz de ler cada uma, e não entender absolutamente nada, isso quer dizer que a ti é necessário mais leitura, caro leitor!

Lembrem-se que as cartas sempre podem fazer diferença, do mesmo modo que podem fazer nada. Acho que isso é um lembrete a mim mesmo. Encerramos, hoje, com apenas mais algumas penadas… Carta número um:

capitu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: