Assinatura RSS

Arquivo do mês: março 2012

Eu canto para você.

Passados alguns dias, fora percebido que não era apenas uma fase.
Dia-a-dia, noite-a-noite, será que é realidade?
Gostei, certa vez, de quando seus fios de cabelo tocaram meu esboço.
Nada mais podia fazer para esquecer seu pequeno rosto.

Acontece, caro leitor, que assim é a vida.
Traiçoeira, indevida.
Mas nunca deixa de ser convidativa.

Interessante, eu diria:
Para que tantas voltas e frios na barriga?
Uma vez desejei que fosse fácil, vida.
Mas, pare! Preciso que seja implícita.

Continue como está. Continue como deve ser.
Quero desfrutar de todos os sabores
que tens a me oferecer.

No entanto, faço apenas um pedido.
Que esta alma rica, em corpo cansado, jamais seja esquecido.
Que ela espere mais um tempo, até o fim de outro ciclo.
Assim, lado-a-lado podemos aproveitar um do outro o sorriso.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: